Perfil

Minha foto
Assis sp, sp, Brazil
Artista plástico, Professor e grafiteiro, com formação na área de artes pelas Faculdades Integradas de Ourinhos, Como artista tenho aplicado muitos Workshop de arte urbana em faculdades e instituições, A expressão Arte Urbana ou street art refere-se a manifestações artísticas desenvolvidas no espaço público, distinguindo-se das manifestações de caráter institucional ou empresarial, bem como do mero vandalismo. A princípio, um movimento underground, a street art foi gradativamente se constituindo como forma do fazer artístico, abrangendo várias modalidades de grafismos - algumas vezes muito ricos em detalhes, que vão do Grafite ao Estêncil, passando por stickers e cartazes lambe-lambe, também chamados poster-bombs -, intervenções, instalações, flash mob, entre outras. A rua não é de ninguém e mesmo assim fui preso cinco vezes por fazer Grafite, inevitável que as autoridades ainda acham que nos artistas somos vagabundos ou infratores de nosso Amado País. Infelizmente Vivemos em um Lindo País, que poucas pessoas têm acesso cultural, nome deste País se chama Brasil Contatos: cel(18) 97480060 Email:alemaoart@hotmail.com

online

contador de visitas

Seguidores

Páginas

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Lampião .Alemão

Reações: 





Virgulino nasceu no dia 07 de junho de 1897 na aldeia de Serra Talhada , no semi-árido sertão ( sertão ) do Estado de Pernambuco , como o terceiro filho de José Ferreira da Silva Lopes e Maria, uma humilde família de camponeses. Até 21 anos de idade, ele era um de trabalho duro leathercraft artesão (ele também era alfabetizada e utilizados óculos de leitura, tanto incomum características bastante para a região rude e pobre onde ele morava). Ele morava com sua família em uma disputa mortal com outras famílias do local até que seu pai foi morto em um confronto com a polícia em 1919. Virgulino procurou vingança e provou ser extremamente violento ao fazê-lo. Ele se tornou um criminoso e foi incessantemente perseguido pela polícia (a quem ele chamou de macacos ou macacos).


As cabeças de Lampião banda é exposto antes do SFIPara os próximos 19 anos, viajou com seu pequeno bando de cangaceiros (homens do cangaço, bandidos) que nunca foi maior do que cerca de 50 homens fortemente armados em cavalos usando roupas de couro, incluindo chapéus, casacos, sandálias, cintos de munição, e calças para proteger los dos espinhos da caatinga (arbustos secos e mato típica do sertão seco do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário