Perfil

Minha foto
Assis sp, sp, Brazil
Artista plástico, Professor e grafiteiro, com formação na área de artes pelas Faculdades Integradas de Ourinhos, Como artista tenho aplicado muitos Workshop de arte urbana em faculdades e instituições, A expressão Arte Urbana ou street art refere-se a manifestações artísticas desenvolvidas no espaço público, distinguindo-se das manifestações de caráter institucional ou empresarial, bem como do mero vandalismo. A princípio, um movimento underground, a street art foi gradativamente se constituindo como forma do fazer artístico, abrangendo várias modalidades de grafismos - algumas vezes muito ricos em detalhes, que vão do Grafite ao Estêncil, passando por stickers e cartazes lambe-lambe, também chamados poster-bombs -, intervenções, instalações, flash mob, entre outras. A rua não é de ninguém e mesmo assim fui preso cinco vezes por fazer Grafite, inevitável que as autoridades ainda acham que nos artistas somos vagabundos ou infratores de nosso Amado País. Infelizmente Vivemos em um Lindo País, que poucas pessoas têm acesso cultural, nome deste País se chama Brasil Contatos: cel(18) 97480060 Email:alemaoart@hotmail.com

online

contador de visitas

Seguidores

Páginas

domingo, 9 de janeiro de 2011

Respeito na rua

Reações: 



Respeito de rua
Com certeza para ser grafiteiro : 1º tem que ter o respeito das ruas, tem que ter cultura e essência de maloqueiro, e um artista sem compromisso, sem medo de perder aquilo que fez, pq se atropela o seu grafite tem q resolver ir pra cima, literalmente sair na mão, como já aconteceu muito no passado nos anos 90´s, era muita treta, até morte rolava. 2º agora os bafos que realmente estão começando agora e não conhecem essas istorias, é bom p/ eles ficarem espertos pq muita vezes não sabem com quem estão mexendo, tem muitos grafiteiros hoje em dia com todo respeito , que são playboy´s de regiões nobres com muito talento , que estudaram na FAAP coisa e tal, mas não conhecem a maldade da periferia, não tem essa convivência de maloqueiro, mas também tem a galera da periferia que conhece a maldade de perto e para por em pratica, não custa nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário