Perfil

Minha foto
Assis sp, sp, Brazil
Artista plástico, Professor e grafiteiro, com formação na área de artes pelas Faculdades Integradas de Ourinhos, Como artista tenho aplicado muitos Workshop de arte urbana em faculdades e instituições, A expressão Arte Urbana ou street art refere-se a manifestações artísticas desenvolvidas no espaço público, distinguindo-se das manifestações de caráter institucional ou empresarial, bem como do mero vandalismo. A princípio, um movimento underground, a street art foi gradativamente se constituindo como forma do fazer artístico, abrangendo várias modalidades de grafismos - algumas vezes muito ricos em detalhes, que vão do Grafite ao Estêncil, passando por stickers e cartazes lambe-lambe, também chamados poster-bombs -, intervenções, instalações, flash mob, entre outras. A rua não é de ninguém e mesmo assim fui preso cinco vezes por fazer Grafite, inevitável que as autoridades ainda acham que nos artistas somos vagabundos ou infratores de nosso Amado País. Infelizmente Vivemos em um Lindo País, que poucas pessoas têm acesso cultural, nome deste País se chama Brasil Contatos: cel(18) 97480060 Email:alemaoart@hotmail.com

online

contador de visitas

Seguidores

Páginas

sábado, 28 de agosto de 2010

Aerografia

Reações: 




Aerografia (ou airbrush em inglês), é uma técnica de pintura onde se utiliza uma pequena pistola ligada a um compressor de ar para produzir jatos de tinta.
Antes da computação gráfica, o aerógrafo era ferramenta fundamental para retoques fotográficos, e logo o instrumento foi relacionado à arte comercial. Com o florescimento da cultura de massa, e principalmente seu auge na publicidade, este equipamento foi introduzido no campo das belas artes. Atualmente existem trabalhos feitos com aerógrafo em todas as galerias do mundo, e seus preços são comparados a trabalhos feitos com pincel, mas nem sempre foi assim...
Sua aceitação em certos círculos de artistas foi muito lenta, pois era considerada uma arte mecânica. As objeções não se referiam tanto à qualidade alcançada em seus trabalhos, mas a razões mais teóricas. O artista não estabelece contato direto com a superfície de trabalho no ato da pintura... O ar é quem leva a tinta à tela... Suas origens na arte comercial não se perdoaram facilmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário