Perfil

Minha foto
Assis sp, sp, Brazil
Artista plástico, Professor e grafiteiro, com formação na área de artes pelas Faculdades Integradas de Ourinhos, Como artista tenho aplicado muitos Workshop de arte urbana em faculdades e instituições, A expressão Arte Urbana ou street art refere-se a manifestações artísticas desenvolvidas no espaço público, distinguindo-se das manifestações de caráter institucional ou empresarial, bem como do mero vandalismo. A princípio, um movimento underground, a street art foi gradativamente se constituindo como forma do fazer artístico, abrangendo várias modalidades de grafismos - algumas vezes muito ricos em detalhes, que vão do Grafite ao Estêncil, passando por stickers e cartazes lambe-lambe, também chamados poster-bombs -, intervenções, instalações, flash mob, entre outras. A rua não é de ninguém e mesmo assim fui preso cinco vezes por fazer Grafite, inevitável que as autoridades ainda acham que nos artistas somos vagabundos ou infratores de nosso Amado País. Infelizmente Vivemos em um Lindo País, que poucas pessoas têm acesso cultural, nome deste País se chama Brasil Contatos: cel(18) 97480060 Email:alemaoart@hotmail.com

online

contador de visitas

Seguidores

Páginas

sábado, 27 de março de 2010

Cortem as cabeças!

Reações: 

Cortem as cabeças!
por Zupi
As belas modelos de campanhas publicitárias e estrelas de cinema fazem a cabeça de muita gente… mas não a dele.

Decapitator, o artista anônimo que age pelas ruas de Londres guilhotinando as celebridades espalhadas por cartazes, outdoors e capas de revistas, deixa claro seu desprezo pelo glamuroso mundo da fama através de suas intervenções.

Em suas investidas, o artista cola por cima dos rostos escolhidos um adesivo que ostenta um pescoço em carne viva, enfeitado com a ponta de um ossinho - detalhe que empresta à macabra ação um toque de irreverência.

A cada nova ação de Decapitator - que já fez as cabeças de Sarah Jessica Parker, Shakira e as de muitas outras estrelas rolarem - fica a seguinte pergunta: quem será a próxima vítima de sua ácida arte?

Nenhum comentário:

Postar um comentário