Perfil

Minha foto
Assis sp, sp, Brazil
Artista plástico, Professor e grafiteiro, com formação na área de artes pelas Faculdades Integradas de Ourinhos, Como artista tenho aplicado muitos Workshop de arte urbana em faculdades e instituições, A expressão Arte Urbana ou street art refere-se a manifestações artísticas desenvolvidas no espaço público, distinguindo-se das manifestações de caráter institucional ou empresarial, bem como do mero vandalismo. A princípio, um movimento underground, a street art foi gradativamente se constituindo como forma do fazer artístico, abrangendo várias modalidades de grafismos - algumas vezes muito ricos em detalhes, que vão do Grafite ao Estêncil, passando por stickers e cartazes lambe-lambe, também chamados poster-bombs -, intervenções, instalações, flash mob, entre outras. A rua não é de ninguém e mesmo assim fui preso cinco vezes por fazer Grafite, inevitável que as autoridades ainda acham que nos artistas somos vagabundos ou infratores de nosso Amado País. Infelizmente Vivemos em um Lindo País, que poucas pessoas têm acesso cultural, nome deste País se chama Brasil Contatos: cel(18) 97480060 Email:alemaoart@hotmail.com

online

contador de visitas

Seguidores

Páginas

sexta-feira, 19 de março de 2010

Sodoma e Gomorra, as cidades do pecado - Alessandro Bavari

Reações: 

Sodoma e Gomorra, as duas cidades bíblicas destruídas pela ira de Deus pelo seu vício e pecado, voltaram a ganhar vida pelas mãos de Alessandro Bavari. O italiano decidiu recriá-las numa colecção de arte digital obscura feita unicamente em Photoshop.

Inspirado na arte renascentista italiana e flamenga, as séries Sodoma e Gomorra lembram-nos o assustador imaginário religioso dos pintores d século XIV e XV. Autênticas aberrações dignas do fim do mundo acompanhadas de um cenário sombrio e de versos bíblicos, como a Epístola de Judas, criam um freak show à moda antiga: um lugar onde cada um pode escrutinar os seus desejos mais intímos no dia-a-dia para encontrar o seu caminho e voltar a perder-se.

Nas duas cidades proibidas, as pessoas viviam numa ausência total de moralidade, devotas ao vício e à luxúria, onde todo o tipo de perversão sexual era mera rotina. No entanto, Bavari tem uma perspectiva diferente destes locais: vê-os como um parque de diversões para visionários, e o seu olhar não é acusador, nem benevolente - simplesmente curioso. E desse olhar quase analítico nascem as imagens que agora vemos.



Leia mais: http://obviousmag.org/archives/2010/03/sodoma_e_gomorra_as_cidades_do_pecado_-_alessandro.html#ixzz0igHQk1Rj

Nenhum comentário:

Postar um comentário