Perfil

Minha foto
Assis sp, sp, Brazil
Artista plástico, Professor e grafiteiro, com formação na área de artes pelas Faculdades Integradas de Ourinhos, Como artista tenho aplicado muitos Workshop de arte urbana em faculdades e instituições, A expressão Arte Urbana ou street art refere-se a manifestações artísticas desenvolvidas no espaço público, distinguindo-se das manifestações de caráter institucional ou empresarial, bem como do mero vandalismo. A princípio, um movimento underground, a street art foi gradativamente se constituindo como forma do fazer artístico, abrangendo várias modalidades de grafismos - algumas vezes muito ricos em detalhes, que vão do Grafite ao Estêncil, passando por stickers e cartazes lambe-lambe, também chamados poster-bombs -, intervenções, instalações, flash mob, entre outras. A rua não é de ninguém e mesmo assim fui preso cinco vezes por fazer Grafite, inevitável que as autoridades ainda acham que nos artistas somos vagabundos ou infratores de nosso Amado País. Infelizmente Vivemos em um Lindo País, que poucas pessoas têm acesso cultural, nome deste País se chama Brasil Contatos: cel(18) 97480060 Email:alemaoart@hotmail.com

online

contador de visitas

Seguidores

Páginas

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Grafite Em Lugares Antigos Araçoiaba Da Serra

Reações: 







Araçoiaba da Serra, SP
Fundação 07 de abril de 1857
Araçoiaba da Serra, SP

Araçoiaba da Serra é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 23º30'19" sul e a uma longitude 47º36'51" oeste, estando a uma altitude de 625 metros. Sua população estimada em 2004 era de 22.521 habitantes. Possui uma área de 255,5 km².
A história de Araçoiaba da Serra começou em meio a uma polêmica envolvendo um rei, um bispo e um empresário. Por ordem de Dom João VI, em 19 de agosto de 1817 foi criada a paróquia de São João Batista da Fábrica de Ferro de Ipanema, determinando a construção de uma capela no local. A idéia provocou reações contrárias do então diretor da fábrica, Frederico Luiz Guilherme Varnhagem, que entendeu ser inconveniente a presença de uma igreja e, por consequência, de uma comunidade nas imediações de Ipanema. Para ele, isso significaria o corte de lenha para o consumo das famílias, em prejuízo do fornecimento do combustível para os altos fornos de ferro. Disposto a impedir a construção da capela, Varnhagem discutiu o assunto com o bispo Dom Mateus Abreu Pereira, para quem enviou um abaixo-assinado contrário à criação da paróquia. O movimento, porém, foi em vão: em 22 de fevereiro de 1820, o bispo determinou o cumprimento da ordem do rei. Contrariado, o diretor da fábrica passou a
proibir o corte de lenha e iniciou perseguições aos moradores do local. Resultado: em pouco tempo a comunidade começou a debandar para outras paragens, entre elas a então "campo largo", local que acabou sendo escolhido para a edificação da nova igreja, em 30 de outubro de 1823. A inauguração da Matriz de Campo Largo, contudo, só ocorreu dois anos depois da autorização, em 11 de novembro de 1825.

Nenhum comentário:

Postar um comentário