Perfil

Minha foto
Assis sp, sp, Brazil
Artista plástico, Professor e grafiteiro, com formação na área de artes pelas Faculdades Integradas de Ourinhos, Como artista tenho aplicado muitos Workshop de arte urbana em faculdades e instituições, A expressão Arte Urbana ou street art refere-se a manifestações artísticas desenvolvidas no espaço público, distinguindo-se das manifestações de caráter institucional ou empresarial, bem como do mero vandalismo. A princípio, um movimento underground, a street art foi gradativamente se constituindo como forma do fazer artístico, abrangendo várias modalidades de grafismos - algumas vezes muito ricos em detalhes, que vão do Grafite ao Estêncil, passando por stickers e cartazes lambe-lambe, também chamados poster-bombs -, intervenções, instalações, flash mob, entre outras. A rua não é de ninguém e mesmo assim fui preso cinco vezes por fazer Grafite, inevitável que as autoridades ainda acham que nos artistas somos vagabundos ou infratores de nosso Amado País. Infelizmente Vivemos em um Lindo País, que poucas pessoas têm acesso cultural, nome deste País se chama Brasil Contatos: cel(18) 97480060 Email:alemaoart@hotmail.com

online

contador de visitas

Seguidores

Páginas

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

o mundo imaginário de ben goossens

Reações: 







O manifesto lançado por André Breton em Outubro de 1924 ainda continua vivo e em constante mutação. Desta vez é Ben Goossens que, através da fotografia, explora o subconsciente com imagens surrealistas. Aquilo que Breton escreveu e Salvador Dali concretizou na pintura é agora retomado por este designer belga que trabalhou durante quase toda a sua vida profissional no mundo publicitário. Curiosamente foi a área que vive da aparência que o levou à introspecção e descoberta onírica, resultando na produção de imagens compostas e com uma aura mística.

Depois de se ter retirado do mundo publicitário, Goossens empenhou-se exaustivamente nestas fotomontagens surrealistas, que nos trazem também reminiscências de um conterrâneo seu, René Magritte. O que começou por ser um passatempo criativo tornou-se inesperadamente num trabalho premiado em várias competições internacionais de fotografia, tendo ganho medalhas de ouro e prata no Trierenberg Super Circuit, um dos concursos mais prestigiados de fotografia mundialmente.

Com 35 anos de trabalho em publicidade, 15 dos quais usando o Photoshop, Goossens vê estas fotografias experimentais como uma continuidade do seu trabalho profissional. O fingimento e perfeição inalienáveis do mundo das vendas tornaram-se na desconstrução surrealista com imagens alegóricas e segundos sentidos que nos transmitem, quer sentimentos de frustração, quer pura passividade comtemplativa.

As técnicas do automatismo e a inspiração na psicanálise de Freud podem ter décadas de existência, mas Goossens acrescenta-lhe uma temática contemporânea e um domínio preciso do Photoshop. Céus melancólicos, ponteiros que marcam a passagem do tempo e os tons cinzentos, azuis e castanhos levam-nos para o mundo dos sonhos, onde todas as coisas são possíveis, desde que existam dentro da nossa cabeça. Feche os olhos e deixe-se entrar no inconsciente de Goossens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário